Reforço de peso

18/05/2017 às 2:31 - Atualizado em 30/05/2017 às 3:56

Francesa GeoPost chega ao Brasil através da aquisição da JadLog e tem planos ambiciosos de operação, incluindo sistemas de atendimento rápido

Presente em 40 países do mundo e fundada há 18 anos, tempo suficiente para se transformar na rede de internacional de distribuição de encomendas número dois da Europa, a GeoPost adquiriu 60% da JadLog, uma das maiores empresas da área.

Sempre posicionada entre os três maiores players do mercado em todos os países em que atua, a GeoPost movimenta 4,5 milhões de encomendas por dia, somando 1,1 bilhão ao ano quantidade que levou a um faturamento de 6,2 bilhões de Euros, cerca de R$ 24 bilhões, em 2016.

Estendendo sua atuação à America do Sul, a GeoPost promete trazer para a JadLog toda a sua tecnologia e ampliar ainda mais a participação de mercado da brasileira, agora com um grande suporte internacional. “Chegamos para fortalecer a empresa e ajudar na conquista de uma clientela internacional que ainda estava fora do âmbito da JadLog”, diz Olivier Establet, presidente do Conselho. Ou seja, o suporte da multinacional francesa abrirá as portas para a JadLog a todo rol de clientes globalizados, algo já comum em todo o mundo.

A modernização e ampliação do número de clientes não ficarão restritas às cargas internacionais, mas atingirão também as domésticas. Além de conectar as 508 lojas espalhadas pelo país ao exterior, a estrutura de atendimento ao crescente comercio eletrônico será repotenciada.

O sistema pickup proporcionará entregas a endereços alternativos e uma maior disponibilidade de oferta de serviços, graças a viabilização de lojas abertas entre 50 a 60 horas por semana. “Na Europa movimentamos 50 milhões de encomendas entre as nossas 28 mil lojas”, diz o Tal.

Outra possibilidade de implantação no Brasil é o sistema Predict, que utiliza lojas online e marcação de dia e hora de entrega com aviso via SMS, com uma janela de tolerância de 1 hora. “Isso nos garantiu uma queda de 50% nas taxas de não recebimento”.

Uma nova fatia de mercado abriu-se para a JadLog com o fim do e-Sedex, ocasião em que ocorreu um grande aumento da demanda, em função da descontinuidade daquele serviço dos Correios. Apenas com essa descontinuidade a empresa conseguiu crescer 5 pontos percentuais no atendimento ao varejo online.

Maior franquia

Todavia, explica Ronan Hudson, diretor Comercial da JodLog, o prazo de implantação dessa solução será mais demorado em razão de toda a complexidade do processo. “O Predict requer também a formação de uma cultura e a obediência total ao padrão internacional do serviço.”

Hoje, a JadLog oferece uma frota própria de 1.000 veículos mais 900 de terceiros no Brasil. Já a GeoPost informa uma frota de 37 mil veículos e 60 mil funcionários. Hudson prevê que a empresa deverá romper o faturamento de R$ 1 bilhão/ano em 2020, nada menos que 146% acima do inicio do quinquênio, que apontou R$ 406 milhões em 2016.

A GeoPost é uma holding cujo controle está nas mão do Grupo La Poste, os Correios franceses, e opera a marca internacional DPDGroup, empresa que emprega mais de 60 mil colaboradores, tem uma rede de 26 mil pontos de recepção emovimenta nada menos que 3,6 milhões de encomendas diariamente em aproximadamente 230 países. A partir deste ano, o grupo reúne as marcas DPD, Chronopost, Seur e JadLog.

A JadLog atualmente é uma das maiores empresas de logística e transportes de cargas expressas fracionadas do país, posto que conquistou em apenas 12 anos de funcionamento. As 508 lojas espalhadas por todo o país fazem dela a maior rede de franquias em número de unidades instaladas neste segmento de negócio, segundo a ABF – Associação Brasileira de Franchising. Ao todo a frota terrestre nacional da companhia integra mais de 240 caminhões e semirreboques e 3 mil utilitários de vários tipos.

O CEO da JadLog, José Afonso Davo, comemora a parceria com a GeoPost: “Essa união aumentará a nossa capacidade de investimento, ao mesmo tempo em que nos beneficiaremos da expertise e do modelo de gestão do grupo europeu, os novos serviços e processos já estão em preparação.”

Para Davo a atração de novos clientes é obvia diante da tendência de clientes globais, coisa que até agora a JadLog não desfrutava. “Mesmo assim em 2016 ganhamos um grande impulso no setor de e-commerce, atendemos a Netshoes, Walmart, Saraiva, Ri Toys, Wine e Mercado Livre”, enumera ele.

Preparando-se para a retomada do crescimento econômico e decerto pelo incremento das compras, a JadLog inaugurou um novo centro de distribuição de 40 mil m² no quilômetro 18 da rodovia Anhanguera, em São Paulo. Nos últimos três anos o crescimento médio da companhia foi de 12%.