O Wi-Fi a bordo se tornou um verdadeiro diferencial no transporte de passageiros

03/03/2019 às 9:47 - Atualizado em 13/03/2019 às 9:53

A globalização é um processo contínuo que tem como um de seus objetivos a facilidade na comunicação entre pessoas distantes umas das outras. Nesse contexto, o transporte de passageiros também foi afetado e alguns serviços extras se tornam verdadeiros atrativos.

E esse quadro não se restringe aos veículos terrestres. A 4ª Pesquisa Global de Conectividade a Bordo demonstrou a importância das companhias e dos empresários investirem em novas tecnologias para os clientes.

A pesquisa, realizada pela Inmarsat, líder mundial na disponibilização de comunicações móveis globais por satélite, propõe a fidelização dos clientes por meio do Wi-Fi.  Veja os números abaixo:

Wi-Fi é uma tendência cada vez maior na América Latina

Os dados coletados por meio de entrevistas avaliaram que 83% dos latino-americanos acreditam que o Wi-Fi é essencial durante o dia a dia. Já dentro de um avião, 69% dos passageiros afirmam que esse serviço é fundamental.

Dessa forma, a maioria dos clientes que compram passagens aéreas acreditam que o serviço de conectividade móvel já não é mais um luxo, é algo imprescindível para uma experiência melhor e positiva.

Fidelização por meio do Wi-Fi

O impacto do Wi-Fi também abrange as novas marcações de voos. Isso porque foi comprovado que quatro em cada cinco passageiros optam por uma companhia que fornecesse um serviço de internet com qualidade.

E mais um motivo que ajuda a explicar tudo isso é o fato da internet ser o terceiro aspecto mais observado no momento de contratar um serviço aéreo, ficando apenas atrás da reputação da marca e da possibilidade de despachar a bagagem de forma gratuita.

Além disso, vale ressaltar que na América Latina está o maior índice de interesse pelo serviço de Wi-Fi. A pesquisa da Inmarsat revelou que 94% dos passageiros utilizam a conectividade móvel se ela estivesse disponível.

Quem utiliza mais o Wi-Fi?

A pesquisa sobre a conectividade em avião concluiu que os passageiros mais propensos ao uso do Wi-Fi são os considerados “clientes de alto valor”, os pais e os jovens. Esses estão entre os 95% das pessoas que costumam utilizar o serviço.

O que ajuda a explicar esses dados são as condições em que esses passageiros utilizam a internet móvel. Oito em cada 10  pessoas que viajam a negócios revelam que costumam utilizar o Wi-Fi para trabalhar dentro do avião. Já metade dos ansiosos revelam que usam a tecnologia para manter contato, tanto com familiares como com amigos.

Importância do Wi-Fi

A importância do Wi-Fi também foi um fator explorado na pesquisa. Há dois anos, na mesma pesquisa, 54% dos passageiros no mundo preferiam ter o serviço de conectividade móvel a refeições a bordo.

Atualmente, foram incluídas também as bebidas alcóolicas e o índice aumentou ainda mais: cerca de 60% dos viajantes latino-americanos a trocariam pela possibilidade de utilizar o celular no avião com internet.

Após a pesquisa, o Vice Presidente regional da Inmarsat, Raymundo Villar, constatou a importância do serviço de Wi-Fi nos aviões: “O Wi-Fi é essencial para a vida diária em terra, e os passageiros não vêem razão para que seu tempo em voo seja restrito ou gasto de forma diferente. Seja para enviar um e-mail importante de trabalho, entreter as crianças ou até mesmo para fazer contato com outros passageiros, estar on-line está se tornando uma parte essencial da experiência a bordo para os passageiros das companhias aéreas atualmente.”

Os dados revelam às companhias e empresários a importância de oferecer uma internet de qualidade durante uma viagem de avião. O serviço atualmente já é visto como um diferencial considerável no momento de optar pela empresa no momento da viagem. Dessa forma, tecnologia chegou e quem não se adequar ficará para trás.